Publicidade para empresas de festas e eventos: como fazer

Publicidade para empresas de festas e eventos: como fazer

Seguir

 

Você sabe que oferece um produto ou serviço diferenciado, de alta qualidade e que demanda significativo investimento: energia, tempo e dinheiro. Mas, mesmo assim, você não consegue alcançar o número desejável de clientes e, consequentemente, de vendas.

Parece que está tudo certo com o seu negócio, porém você vê concorrentes inferiores a você em termos de qualidade conquistando mercado. Afinal, o que está fazendo de errado?

É simples. Você não está sendo visto. O público não sabe da existência do seu produto. Quando precisam do que você oferece, não encontram você. Mas fique calmo, porque esse é um dos principais desafios das empresas de festas e eventos do Brasil.

Saber chegar no seu público de maneira assertiva não é uma tarefa fácil, principalmente em um mercado altamente competitivo como esse, no qual todos os dias aparece uma empresa concorrente.

Além disso, a internet gera um acúmulo de informação que, se você não souber se posicionar ou até mesmo se você projetar nela a solução dos seus problemas, não conseguirá alcançar seus objetivos.

A publicidade vai muito além de uma propaganda em um canal de comunicação ou de uma página nas redes sociais. Envolve planejamento completo e exige análise e monitoramento.

Confira dicas principais sobre como realizar a propaganda do seu negócio.

1) Saiba qual mercado pretende atingir

Sim, seu mercado é de festas e eventos. Mas você atende todos os tipos de eventos? Delimite da seguinte maneira:

  • Eventos: você oferece serviços e produtos para (casamento, aniversário, festas corporativas, noivado, batizado, festa de família etc.);
  • Faixa etária comum do público: obviamente, você terá clientes de várias idades, mas há uma faixa-etária predominante (1 a 14 anos, 15 a 25, 30 a 40, e assim por diante);
  • Localização geográfica dos clientes: você atende somente a capital? Ou também a região de Belo Horizonte? Há regiões da cidade que você não atende?

Quanto mais detalhes, melhor. Pense no grau de escolaridade, no poder aquisitivo, principais hábitos, estado civil, dentre outros.

2) Defina seu público-alvo e saiba mais sobre ele

Agora cruze as informações e defina seu público-alvo. Exemplo: homens e mulheres de 30 a 40 anos, moradores da capital (regiões centro, leste e oeste), casados, com baixo a médio poder aquisitivo, nível médio de escolaridade, interessados em itens para festas de aniversário e eventos familiares.

3) Entenda onde seu público-alvo está

Você teve que descobrir todas essas informações para saber onde seu público se encontra e qual é a melhor maneira de alcançá-lo. De nada adianta abrir uma loja na zona norte da capital, por exemplo, se seu público está na zona central. E também não é a melhor alternativa gastar todos os seus recursos em propagandas online se seu público tem o hábito de realizar compra em lojas físicas.

4) Defina a sua oferta

Como irá ofertar seu produto? Quais serão seus pontos de venda? O ideal é ter um ponto físico onde o cliente sempre o encontre quando precisar. Além disso, se possível, é interessante que esse ponto seja num local movimentado. É por isso que as empresas disputam espaços nos hipercentros, pois lá encontram garantia de visibilidade e fluxo de clientes.

5) Elabore estratégias de comunicação

Redes sociais, jornais de bairro, e-mail marketing, blogs, panfletos, outdoors são apenas algumas das infinitas possibilidades que você tem. O importante é que essa divulgação seja bem-feita e realmente alcance seu público.

Esteja sempre atento às questões de relacionamento com o cliente. Estude maneiras de escutá-lo e de interagir com ele. Isso se chama pós-venda. O retorno do seu cliente é onde reside o seu maior aprendizado e a consequente oportunidade de crescimento.

Outra estratégia de comunicação é sempre cuidar do ambiente onde você expõe seus produtos. O marketing sensorial é uma das alternativas encontradas por comerciantes. Já foi comprovado que um ambiente agradável impacta diretamente na decisão de compra do cliente.

Para muitos micro e pequenos empresários, o sonho de expor seus produtos em um excelente ponto da capital parece distante, pois o aluguel das lojas comerciais é disputado e, por isso, valorizado.

Mas a empresa 1001 Festas está mudando esse paradigma do mercado de festas de Belo Horizonte. Em julho, inaugurará no hipercentro da capital a maior loja de festas do Brasil. Com isso, as oportunidades são muitas para os fornecedores:

  • Explorar um mercado de nicho no melhor ponto da cidade;
  • Aliar-se a uma das empresas mais fortes do setor;
  • Participar de um negócio que já provou seu valor (megastores);
  • Contar com um fluxo médio de dois mil clientes por dia;
  • Estar onde seu cliente está;
  • Contar com uma equipe estruturada de apoio ao cliente (desde o atendimento à divulgação em outros canais de mídia);
  • Ambiente integralmente preparado para proporcionar ao cliente a melhor experiência de compra;
  • Poder confiar em uma logística funcional dos produtos e serviços.

O custo-benefício de todas essas vantagens se apresenta, realmente, como uma oportunidade única: estão sendo oferecidos estandes por apenas mil reais mensais, já com toda a estrutura.

Entenda as novas estratégias dos empresários mineiros do setor para expandir seu negócio sem se preocupar com a crise.

Você já conhece a MegaStore 1001 Festas? O maior pólo fornecedores de festas e eventos do Brasil! Você pode fazer parte desse sucesso. Conheça mais:

Seguir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *